Como melhorar o desempenho da sua ILPI?

Quem atua no segmento de cuidados especializados ao idoso já percebeu que o momento é de desafios e de muitas oportunidades. Saiba mais sobre como as ILPIs estão melhorando seu desempenho para atender às novas exigências deste mercado.

Equipe Gero360 em 06/03/2019

Gestor médico avalia desempenho de sua ILPI no sistema Gero360

O envelhecimento populacional brasileiro é um fenômeno cada vez mais estudado e debatido na sociedade. Em nossos posts recentes, demos ênfase a alguns dos desafios que surgem a partir deste fenômeno. No texto de hoje, abordaremos as oportunidades.

De acordo com o IBGE, 15% da população brasileira possui mais de 60 anos e, com isso, há muitas oportunidades para negócios que fazem parte da chamada “economia prateada”.  Em 2018, uma iniciativa realizada pela organização global Aging 2.0 apresentou um panorama dos negócios da longevidade no Brasil.

Neste panorama, as oportunidades e desafios relacionados ao envelhecimento foram segmentados nos seguintes temas:

  • Engajamento e Propósito
  • Gestão Financeira
  • Mobilidade e Movimento
  • Estilo de Vida;
  • Cuidado
  • Gestão do Cuidado
  • Saúde Mental
  • Fim da Vida

Dentre as 141 iniciativas analisadas, aproximadamente, um terço dedica sua atenção à Gestão do Cuidado e ao Cuidado. É neste contexto que surgem as oportunidades e os desafios para quem atua, por exemplo, nas Instituições de Longa Permanência para Idosos.

De um lado, aumenta a demanda por residenciais especializados em cuidar de idosos. De outro, cresce o número de instituições expandindo sua atuação com a abertura de novas unidades e, também, o número de instituições abrindo sua primeira unidade. Os dados oficiais do IPEA sobre o número de ILPIs no Brasil são antigos, mas uma busca rápida na internet permite evidenciar a expansão no mercado de ILPIs.

Como melhorar o desempenho de sua ILPI?

Gerir uma Instituição de Longa Permanência neste cenário é animador e, também, desafiador. Ainda que o mercado esteja crescendo, proprietários; administradores ou médicos de ILPIs esbarram, frequentemente, com desafios operacionais que podem comprometer a sustentabilidade do negócio. Questões como a adequação da equipe ao perfil dos residentes definido – dentre outros fatores – por seu grau de dependência; o planejamento e execução das rotinas de separação, dispensação e gestão do estoque de medicamentos; o planejamento, a aferição e o registro dos sinais vitais; e a análise multidisciplinar da saúde e da qualidade de vida do residente demandam organização e tempo. Então, como otimizar esses processos sem prejudicar a qualidade do serviço oferecido?

Aumentar a eficácia e a confiabilidade das atividades realizadas pela sua equipe; criar processos mais ágeis que resultam na economia de gastos; evitar retrabalho; estabelecer uma comunicação transparente com os familiares, são algumas das características que podem ser otimizadas com o uso de tecnologias desenvolvidas para os segmentos de Cuidados e Gestão de Cuidados.

A Gero360 foi um dos negócios analisados pelo Aging 2.0 em 2018. A empresa ficou posicionada entre os três negócios considerados destaque pelos avaliadores das 141 iniciativas inscritas. A única atuante em Gestão de Cuidados neste grupo destaque.

Atenta aos desafios crescentes que proprietários, gestores, médicos e profissionais de ILPIs vem enfrentando, a Gero360 desenvolveu um sistema de capaz de auxiliar na gestão e na execução das rotinas realizadas nas instituições.

Confira como simplificar o dia-a-dia de sua ILPI

dashboard do Gero360
Painel gerencial que simplifica a gestão da ILPI

1. Acesse as informações sobre sua ILPI e seus residentes quando e de onde quiser: ter dados confiáveis e disponíveis para tomar decisões com agilidade e segurança é fundamental quando seu negócio é cuidar de vidas. Gestores e profissionais de ILPIs lidam com situações emergenciais frequentemente. Nestas horas, é preciso agir rápido e ter sempre à mão informações atualizadas sobre a rotina da casa ou a saúde dos hóspedes. Afinal, emergência não tem hora para acontecer.

2. Reduza os desperdícios na gestão de medicamentos: a gestão manual de medicamentos tem sido definida com uma das principais “dores” na gestão de ILPIs. Há desperdício de tempo; de energia das equipes e de recursos financeiros na compra emergencial de medicamentos. Ter um bom planejamento e a gestão automatizada do estoque de cada hóspede simplifica a vida da equipe e dos familiares.

3. Monitore sinais vitais e veja alertas do que exige ação imediata: diurese; evacuação; êmese; frequência cardíaca; pressão arterial, glicemia e saturação de oxigênio são alguns dos sinais vitais monitorados nas ILPIs diariamente. Deste modo, é fundamental ter um bom planejamento e uma perfeita execução das aferições e registros dos sinais vitais de cada residente. Pequenas variações podem causar grandes problemas.

4. Evite erros nas atividades realizadas por sua equipe: ter uma agenda digital, com a rotina de cuidados de cada hóspede sempre atualizada e conectada com as atividades que sua equipe vai executar é fundamental para evitar erros no dia-a-dia de sua ILPI.

5. Simplifique a comunicação e passe mais segurança para as famílias de seus residentes: quem tem informações confiáveis e organizadas se comunica com mais simplicidade e segurança. Fortaleça os laços e a relação de confiança com as famílias de seus residentes, enviando informações organizadas com a ajuda de nosso sistema.

A Gero360 une conhecimento e tecnologia para simplificar o ato de cuidar. Através da nossa plataforma, gestores e equipes das ILPI’s têm a possibilidade de melhorar os processos dentro das instituições e otimizar tempo para focar na qualidade e na humanização do atendimento ao hóspede.

Que tal fazer um teste grátis com o nosso sistema? Para entender como funciona, clique aqui.