Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa

O mês de junho reforça a importância da conscientização sobre o enfrentamento à violência contra a pessoa idosa. Leia mais no texto.

Equipe Gero360 em 06/15/2020

O mês de junho reforça a importância da conscientização sobre o enfrentamento à violência contra a pessoa idosa. O marco principal desta mobilização acontece no Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, celebrado em 15 de junho. Esta data – instituída, em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) em parceria com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e com a Rede Internacional de Prevenção de Abusos contra Idosos – tem o objetivo de abordar medidas para prevenir e identificar violência, negligência e abuso contra esta população.

Um recorte sobre a população idosa brasileira mostra que a cada dez minutos, uma pessoa idosa sofre algum tipo de violência no país. Por dia, 41 idosos morrem vítimas de violência, segundo dados disponibilizados pela Câmara dos Deputados. Essas informações foram levantadas antes do início da pandemia de Covid-19.

Com o cenário atual do novo coronavírus, em que a população está submetida ao isolamento social, os casos de violência doméstica tendem a aumentar. Um estudo conduzido pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA, da sigla em inglês), mostra que durante as medidas de isolamento, haverá aumento médio da ordem de 20% dos casos de violência doméstica em todo o mundo. No estado de Pernambuco, por exemplo, o número de denúncias de violência contra idosos aumentou 83% durante a pandemia do novo coronavírus, de acordo com o Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa (Ciappi), ligado à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH).

Não apenas os dados acima mostram uma necessidade de ação urgente, como também números do IBGE mostram que o crescimento da população idosa no Brasil é uma realidade. Atualmente, o número de idosos no Brasil é de 23,5 milhões, ou aproximadamente 10% da população. Até 2050, esse percentual vai triplicar e alcançará 30%.

+ Leia também: Quais fatores garantem o bem-estar do idoso?

O momento é de reflexão sobre como podemos evoluir com o cuidado e a proteção desta população. No entanto, os dados acima também servem como um alerta para a mobilização urgente do governo, das instituições e da população com ações efetivas para mudar esta realidade. Durante este mês e todos os outros do ano, convidamos vocês ao debate sobre este tema que envolve toda a sociedade.

Como denunciar uma violência contra a pessoa idosa?

As denúncias podem ser feitas pelo Disque 100, que funciona diariamente, 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. As ligações são gratuitas e podem ser feitas de todas as regiões do Brasil, por telefones fixos ou móveis.

Fontes:
1) Violência contra o idoso – Câmara dos Deputados

2) Número de denúncias de violações contra idosos aumenta 83,33% durante isolamento social devido ao coronavírus